Como controlar suas emoções para se tornar mais produtivo

Sabe quando o projeto que você trabalhou muito é cancelado perto do  lançamento? Ou, quando você tem um problema pessoal que afeta o seu trabalho e não sabe como falar com seu gestor? Ou, até mesmo quando seu superior solicita mais demandas mesmo quando você já está com a agenda lotada? Isso acontece com frequência, e com mais pessoas do que você imagina! 

Todos nós já passamos por situações que serviram como um teste para nosso comportamento e gerenciamento de sentimentos. Na vida pessoal, a reação a esses tipos de situações poderia ser xingar, gritar ou se retrair. Entretanto, quando falamos sobre o comportamento no ambiente de trabalho, agir sem cautela pode ser muito prejudicial à carreira e ao bom relacionamento com os colegas. Por isso, é importante saber como lidar com as emoções no ambiente de trabalho!

Inclusive, ter um maior controle emocional é uma virtude e uma softskill muito valorizada nos profissionais. Por isso, é importante lembrar que situações estressantes no ambiente de trabalho são tão comuns quanto entregas de relatórios, cortes de orçamento e mudanças de departamento. E, portanto, gerenciar emoções em tais circunstâncias pode se tornar mais um desafio, no entanto, não deixe isso dominar. Não importa qual seja a situação, você é sempre livre para escolher como reage.


Formas de como lidar com as emoções no ambiente de trabalho 

As emoções podem ser gerenciadas e as reações controladas, por meio de um processo de desenvolvimento da nossa inteligência emocional - nome que se dá ao conjunto de competências relacionadas a lidar com emoções. Mais especificamente, a como (e o quanto) se percebe, processa, compreende e tem habilidade de gerenciá-las. 

Confira algumas dicas para controlar suas emoções no trabalho!

  1. Tente expressar suas emoções de maneira apropriada

Se está com raiva, reserve um tempo para pensar o que pode ter desencadeado o sentimento e considere as ações que poderia tomar para dissipar tal situação no futuro. Não é preciso fingir que não está se sentindo do jeito que está, mas é importante lidar com as emoções para que elas não afetem suas interações com os outros. Para isso, busque ferramentas que possam ajudar a se observar, como a meditação e a respiração consciente.

  1. Dê feedbacks construtivos

Por exemplo, se um colega de trabalho disse algo em uma reunião que o ofendeu e isso o está incomodando, converse com a pessoa a respeito, de preferência logo após o evento e em particular. Além disso, seja objetivo e concentre-se no que foi dito ou feito e como isso o fez sentir, sem atacar a pessoa. Essas dicas são princípios da comunicação não violenta e praticam bastante a escuta ativa e o feedback construtivo.

  1.  Lembre-se de como você administrou um problema no passado

Se uma situação no trabalho, como um conflito com um colega de trabalho ou uma carga de trabalho incomumente estressante, está desencadeando um desafio emocional, considere como você superou um problema semelhante no passado. O que funcionou? O que não funcionou? Como você passou por esse momento?

  1. Anote os seus problemas

Por exemplo: se está acontecendo um conflito seguido com um colega de trabalho, pode escrever: “Sempre que falamos, mesmo sobre coisas sem importância, acabamos discutindo. Talvez eu tenha feito algo para ofendê-lo uma vez, mas não sei disso. Talvez convide-o para almoçar e descubra. ” Isso pode lhe ajudar a criar estratégias e evitar que o problema o distraia. 

  1. Procure desenvolver sua resiliência emocional

Preste atenção à sua saúde física e psicológica de maneira geral. Alimente-se bem, durma o suficiente e faça exercícios regularmente. Se estiver descansado, bem nutrido e fisicamente forte, terá mais energia para enfrentar os desafios emocionais. Além disso, lembre-se que cuidar da sua mente é essencial e precisa fazer parte do seu cotidiano.


Como controlar a ansiedade no ambiente de trabalho?

Todos os profissionais têm que lidar com as emoções negativas no trabalho, e aprender como organizar esses sentimentos é importante, considerando que o Brasil é o país mais ansioso e depressivo do mundo, além dos casos de síndrome de burnout e estresse no trabalho terem aumentado exponencialmente. 

De modo geral, a ansiedade é uma reação biológica e fisiológica à percepção de ameaças à sua segurança ou perigo. Embora ela seja inevitável, em certos níveis pode prejudicar gravemente a saúde mental e a qualidade de vida. No ambiente de trabalho, os sintomas podem ser percebidos em dificuldade de se concentrar, relacionamento com colegas e clientes, perda de prazos, problemas de insegurança e desistência de tarefas por medo de falhar, dentre outros. 

Confira algumas dicas para não deixar o distúrbio afetar seu desempenho no ambiente profissional.

  • Seja flexível

Digamos que você sempre sonhou em ser um astronauta, mas percebeu que as tensões e a claustrofobia do trabalho estão lhe causando ataques de pânico. Só porque você sempre pensou que seria  um astronauta, ou já passou por treinamento, não significa que você tenha que seguir esse caminho.

Esteja aberto a trabalhos semelhantes que podem não ser exatamente o que você imaginava e que não possuem as mesmas situações de estresse. A NASA também precisa de profissionais na área de recursos humanos, marketing, planejamento e muitos outros. Não fique preso a uma ideia específica do que você deveria fazer.

  • Seja realista sobre suas limitações

Se você tem ansiedade social, um trabalho que exige muita interação direta com o público pode te deixar totalmente estressado. Saber de antemão o que é um gatilho para a sua ansiedade pode ajudá-lo a descobrir potenciais zonas de perigo e a fazer as escolhas certas. Para solucionar essa questão é possível utilizar a alocação de forma estratégica. Converse com seu líder sobre a possibilidade.

  • Meditação e exercício físico

A preocupação é geralmente focada no futuro, e a meditação ajuda a trazer sua mente para o momento presente. A prática consiste em observar os pensamentos e deixá-los ir embora. Essa técnica pode ajudar você a identificar suas preocupações e a entrar em contato com suas emoções.

Fazer alguma atividade regularmente estimula o organismo a produzir endorfina, que causa sensação de bem-estar. Isso ajuda a aliviar os níveis de ansiedade e pode, também, ser um hobby para equilibrar seu cronograma.


Gostou do conteúdo? Quer fazer um MBA e ser um destaque profissional nas empresas? Então, CLIQUE AQUI e conheça nossos cursos!


Contato

Porto Alegre


  • Av. Praia de Belas, nº 1212, Torre Norte, 7º andar, sala 704
  • (51) 3230-4400
  • (51) 99110-6820
  • Segunda a Sexta, das 8h30 às 18h

Novo Hamburgo


  • Rua Araxá, 750 - Bairro Ideal
  • (51) 3065-6437
  • (51) 99997-6687
  • Segunda a sexta, das 8h30 às 18h

Florianópolis


  • Rodovia SC 401, 4100 - Km4
  • (51) 3230-4400
  • (48) 98870-3902
  • Segunda a sexta, das 9h às 18h

Tour Virtual - Unidade Porto Alegre

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies. e a nossa Política de Privacidade.